Marketing Break com Paulo Faustino podcast

Marketing Break com Paulo Faustino

Paulo Faustino

O Podcast Marketing Break é a sua pausa para uma aula de Marketing Digital com Paulo Faustino. Conteúdo acionável e direto ao ponto. Se procura dicas de Marketing Digital, Redes Sociais, Vendas e muito mais, este Podcast é tudo aquilo que sempre procurou!

38 Episódios

  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.38 ] WhatsApp Business: como fazer atendimento via WhatsApp?

    15:12

    Não faz a menor ideia de como utilizar o WhatsApp Business para atender os seus clientes? Ou como recuperar vendas perdidas pelo WhatsApp? Neste episódio 38 do Marketing Break vamos falar sobre WhatsApp Business e como fazer atendimento via WhatsApp. O atendimento a clientes é um dos aspetos mais importantes da fidelização e recuperação de vendas de um negócio. /// WHATSAPP BUSINESS O WhatsApp Business é a versão profissional do WhatsApp para negócios, que permite que você tenha um perfil profissional, com informações sobre o seu negócio, o seu catálogo de produtos e ainda um sistema de etiquetas para controlar de forma mais eficaz o seu atendimento. /// E PORQUE O WHATSAPP BUSINESS É TÃO IMPORTANTE? Sabia que apenas 20% dos jovens entre os 18 e os 29 anos de idade aceita uma chamada telefónica? Ou que apenas 37% dos adultos entre os 30 e os 44 anos de idade aceita uma chamada telefónica? Ao contrário das chamadas telefónicas, quando você faz atendimento via WhatsApp, você abre um canal de comunicação não intrusivo e que dá espaço ao seu potencial cliente de responder quando lhe for conveniente. /// VANTAGENS DO WHATSAPP BUSINESS O WhatsApp Business tem inúmeras vantagens em relação ao WhatsApp tradicional e pessoal. Com o WhatsApp Business, você pode construir um perfil empresarial e ter acesso a várias ferramentas interessantes de gestão de contatos que são mais eficazes e ajudam você a realizar um atendimento mais eficaz, nomeadamente: 1) Perfil Empresarial Você pode ter um perfil empresarial e apresentar seu endereço, e-mail de contato, site, segmento de negócio e horário de atendimento. Isso são informações muito úteis para os seus potenciais e atuais clientes. 2) Mensagens rápidas Com o WhatsApp Business você também pode configurar mensagens rápidas, mensagens de boas-vindas e mensagens de ausência, que são disparadas automaticamente em cada uma dessas circunstâncias. 3) Tags No WhatsApp Business você também tem acesso à funcionalidade de tags ou etiquetas e você pode marcar as conversas em categorias diferentes como “novo cliente”, “pago” e “pagamento pendente” — e criar etiquetas — como “promoção” e “agendado”. 4) Métricas No WhatsApp Business você também tem acesso a várias métricas importantes relacionadas às suas mensagens, como as que foram enviadas, entregues e lidas, para que você possa fazer um monitoramento eficaz do seu atendimento. 5) Catálogos No WhatsApp Business você também já pode ter um catálogo dos seus produtos ou serviços e disponibilizar o acesso aos seus clientes diretamente pelo WhatsApp para que eles possam visualizar os produtos, informações técnicas, preços, etc. /// ESTRATÉGIA DE ATENDIMENTO VIA WHATSAPP BUSINESS Se considerarmos que 88% dos internautas brasileiros utilizaram o WhatsApp como meio de comunicação nos últimos 30 dias e que em Portugal esse número é de 73% dos internautas, então temos uma fatia enorme da população a utilizar o WhatsApp no seu dia a dia, fazendo deste um canal de comunicação incrível. PASSO Nº1: Definir o objetivo do atendimento PASSO Nº2: Estruturar o tipo de atendimento PASSO Nº3: Construir as suas mensagens PASSO Nº4: Monitorar o retorno PASSO Nº5: Conversão e Vendas
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.37 ] 17 tipos de posts para redes sociais

    17:07

    Está cansado de pensar o que publicar nas suas redes sociais todos os dias? Ou como publicar todos os dias nessas redes sem ficar com um conteúdo repetitivo? Neste episódio 37 do Marketing Break vamos falar sobre tipos de posts para redes sociais. /// TIPO DE POST Nº1: CITAÇÕES As citações ou quotes, são um dos formatos que melhor funciona nas redes sociais, seja Facebook, Instagram ou LinkedIn, especialmente quando essas citações estão relacionadas à sua área de negócio. /// TIPO DE POST Nº2: COMO FAZER As publicações do tipo “How-To” ou “Como Fazer” tendem a repercutir muito bem nas redes sociais. Elas funcionam quase como mini-tutoriais sobre assuntos que dizem respeito à sua área de negócio. /// TIPO DE POST Nº3: ANTECIPAÇÃO Um outro tipo de post que funciona muito bem é quando você consegue criar antecipação relativamente a algo que você está preparando e que pode deixar o seu público bastante entusiasmado. /// TIPO DE POST Nº4: PREENCHA O ESPAÇO EM BRANCO Este tipo de post funciona muito bem também e é uma excelente forma de aumentar a interação nas suas redes sociais rapidamente, trazendo a sua audiência para comentar e compartilhar a sua visão. /// TIPO DE POST Nº5: PRODUTO OU SERVIÇO Publicar sobre um produto ou serviço também é importante, no entanto, é ainda mais importante que entenda que as redes são sociais, não são comerciais. /// TIPO DE POST Nº6: ENCORAJAMENTO Este tipo de post é fantástico em qualquer rede social e ele pressupõe você publicar algo a respeito de você próprio, ou seja, como é que você superou alguma coisa ou então algo que você fazia de forma ruim e agora faz bem. /// TIPO DE POST Nº7: DICA ACIONÁVEL Este tipo de post é muito semelhante ao como fazer, mas menos complexo. A ideia por detrás deste tipo de publicação é dar uma dica simples e acionável que o seu público possa colocar em prática rapidamente. /// TIPO DE POST Nº8: PESSOAL Ao contrário do que você já possa ter ouvido por aí, um perfil profissional nas redes sociais não significa que não pode existir um lado pessoal também. /// TIPO DE POST Nº9: LISTA DE TAREFAS Este tipo de post para redes sociais é algo que funciona particularmente bem porque mostra a sua organização, objetivos, metas e desafios do dia a dia. /// TIPO DE POST Nº 10: DESAFIOS Os desafios são uma excelente forma de gerar conteúdo de valor para a sua audiência e ao mesmo tempo, manter as suas redes sociais atualizadas ao minuto. /// TIPO DE POST Nº11: FERRAMENTAS As ferramentas são provavelmente um dos tipos de publicações que mais atrai a atenção dos utilizadores nas redes sociais. Todos nós, sem exceção, adoramos ferramentas que facilitem o nosso trabalho. /// TIPO DE POST Nº12: LANÇAMENTO Os lançamentos de novidades e surpresas são sempre um momento muito importante na sua trajetória profissional e um tipo de post para redes sociais que atrai igualmente a atenção do seu público. /// TIPO DE POST Nº13: ANCORAGEM DE AUTORIDADE Existem aqueles tipos de posts para redes sociais que servem única e exclusivamente para mostrar que você é bom naquilo que faz. E embora possa existir quem considere isso falta de humildade, eu considero importante você ter isso no seu planeamento. /// TIPO DE POST Nº14: DEPOIMENTOS Sempre que possível, peça aos seus clientes por depoimentos sobre o seu trabalho e competência. Preferencialmente depoimentos em vídeos, porque são mais poderosos, emotivos e reais. /// TIPO DE POST Nº15: MEMES Não se leve demasiado a sério. Os profissionais que têm a capacidade de brincar consigo próprios, são aqueles que regra geral atingem os melhores resultados. /// TIPO DE POST Nº16: OFERTAS Toda a gente adora uma oferta. Coisas grátis sempre irão chamar à atenção do público. /// TIPO DE POST Nº17: VOCÊ SABIA?
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    Não percas um episódio de Marketing Break com Paulo Faustino e subscrevê-lo na aplicação GetPodcast.

    iOS buttonAndroid button
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.36 ] Marketing Multinível: 7 Dicas para Destravar o seu Negócio

    15:02

    Você trabalha com Marketing Multinível e não consegue destravar o crescimento do negócio? As pessoas fogem de você quando apresenta o negócio? Neste episódio 36 do Marketing Break vamos falar sobre Marketing Multinível e como utilizar o Marketing Digital a seu favor. /// DICA Nº1 PARA MARKETING MULTINÍVEL A primeira dica é que você tenha transparência na forma como você aborda o seu público. A realidade é que quando você não fala abertamente sobre a oportunidade de negócio e precisa de criar todo um enredo para conseguir a atenção do seu público, é porque você tem medo de falar abertamente sobre o produto ou negócio em questão. /// DICA Nº2 PARA MARKETING MULTINÍVEL Produza quantidades insanas de conteúdo relevante. E não é assim tão complicado criar conteúdo nessa área. Você pode falar sobre imensas coisas que possivelmente ajudarão o seu público a entender como funciona o negócio do marketing multinível, nomeadamente: - O que é marketing multinível? - Marketing multinível é esquema de pirâmide? - Quais as vantagens de trabalhar com marketing multinível? - Como funciona a construção de uma rede no marketing multinível? - Quanto posso ganhar por mês trabalhando com marketing multinível? /// DICA Nº3 PARA MARKETING MULTINÍVEL Crie uma estratégia de geração de leads que faça sentido para o seu negócio e que possa atrair pessoas realmente interessadas no que você tem para oferecer. Quando você tem uma boa estratégia de geração de leads, alicerçada numa estratégia de comunicação transparente e orientada para o negócio, você cresce mais rápido, gera maiores resultados e acima de tudo, deixa os seus clientes mais felizes. /// DICA Nº4 PARA MARKETING MULTINÍVEL Crie contas profissionais e pare de brincar aos profissionais de marketing de rede. E isso significa você ter contas profissionais nas redes sociais, tais como uma página de Facebook, um perfil comercial no Instagram, um perfil ou página no LinkedIn e um canal no YouTube. /// DICA Nº5 PARA MARKETING MULTINÍVEL Crie uma boa estratégia de anúncios pagos. É muito comum sermos abordados na Agência Get Digital por profissionais do marketing multinível que desejam levar o seu negócio para o próximo nível. O problema começa quando o orçamento disponível para publicidade nas redes sociais anda em torno de 20€ a 50€ por mês. Sejamos sinceros. Ninguém na sua perfeita consciência e competência profissional acha que um negócio se alavanca com 20€ por mês em publicidade. E os anúncios nas redes sociais são a oportunidade do século. Porque eles permitem você atingir centenas de milhares de pessoas, segmentadas e interessadas nesse assunto, por um preço ridiculamente baixo. /// DICA Nº6 PARA MARKETING MULTINÍVEL Construa funis de venda que funcionam. Um funil de vendas é uma das armas mais eficazes para quem trabalha com marketing multinível, no entanto, é possível uma das ferramentas menos utilizadas na área. Uma outra recomendação que faço é você fazer o meu curso online “Como Criar um Produto Digital do Zero” onde explico exatamente como criar um funil de vendas para vender qualquer produto, incluindo uma oportunidade de negócio em marketing multinível. Você encontra-o em https://digital.paulofaustino.com Se você dominar a criação de funis de venda, você levará o seu negócio de multinível para um outro nível.
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.35 ] Como fazer Lives de qualidade nas redes sociais

    7:11

    Você quer fazer Lives nas redes sociais mas tem medo que não funcione e você passe vergonha? Neste episódio 35 do Marketing Break vamos falar sobre como fazer Lives de qualidade nas redes sociais. /// DICA Nº1 - CRIE O HÁBITO Escolha os horários mais movimentados e faça Lives com alguma regularidade. Isso ajuda a estabelecer o hábito na sua audiência. É importante você entender que se nunca fez uma Live na vida ou se fez esporadicamente, isso não faz com que a sua audiência esteja louca por ver Lives suas. Você precisa estabelecer esse hábito. /// DICA Nº2 - ANTECIPE O LANÇAMENTO Se você sabe que vai realizar uma Live num determinado dia e horário é importante comunicar isso à sua audiência antecipadamente. Quanto maior a antecipação, mais gente você consegue colocar a assistir a sua Live. /// DICA Nº3 - TESTE TUDO ANTES DE COMEÇAR Numa Live não existe grande segredo. Você deve ter uma imagem com qualidade, um bom som e uma boa conexão à internet. É fundamental você testar tudo antes de começar, para garantir que nada falha. Você pode fazer Lives com qualidade utilizando o seu smartphone. praticamente todos os smartphones de hoje gravam vídeo em Full HD de alta qualidade. Você não precisa de um equipamento caro. /// DICA Nº4 - FAÇA SESSÕES DE PERGUNTAS E RESPOSTAS Em redes sociais como o Instagram, você consegue facilmente convidar os seus seguidores para entrarem ao vivo com você e colocar questões para você responder. Isso é super poderoso porque permite que você crie um elevado sentido de comunidade, trazendo pessoas comuns para os seus diretos e criando uma conexão emocional muito grande com eles. /// DICA Nº5 - FAÇA LIVES DE CONTEÚDO As Lives de conteúdo são a melhor forma de você mostrar que sabe realmente do que está falando. Prepare-se e entregue um conteúdo muito bom por meio de uma transmissão ao-vivo para os seus seguidores. Não se esqueça de abrir para perguntas e respostas no final. Isso ajuda você a entender não só as principais dores do seu público, como também a dar relevância para a opinião desse mesmo público. /// DICA Nº6 - FAÇA LIVES COM AUTORIDADES A estratégia de Lives com autoridades é super interessante porque permite você alavancar mais rapidamente a sua Live e o seu número de seguidores, expondo-se à audiência desse convidado. Crie conteúdos em parceria com autoridades de outras áreas, que tenham volume de seguidores e que possam agregar um conteúdo de alta qualidade para o seu público. /// DICA Nº7 - FAÇA ENTREVISTAS Outro formato de Lives que funciona muito bem e acrescenta muito valor é quando você faz uma entrevista a outra pessoa. Pegue alguém relevante do seu mercado e faça uma entrevista por meio de uma transmissão ao-vivo. O segredo aqui é você se preparar corretamente e criar uma lista de perguntas bem estruturada e que realmente pode acrescentar valor ao seu público, sempre com base na experiência do entrevistado. /// DICA Nº8 - UTILIZE FILTROS E ELEMENTOS VISUAIS Em redes sociais como o Instagram ou Facebook, você consegue facilmente utilizar filtros, tornando o seu conteúdo visualmente mais apelativo e interativo. Em Lives no YouTube transmitidas pelo OBS, você também consegue preparar elementos gráficos e visuais que tornem a sua apresentação mais dinâmica e interativa. Capriche nisso. /// DICA Nº9 - RESPONDA AOS COMENTÁRIOS DO SEU PÚBLICO As transmissões ao-vivo, geram entre 7 a 10 vezes mais comentários do que as publicações comuns feitas numa rede social. O que isso significa é que esse estímulo de participação é muito importante para você entender não só o que esse público necessita, como também para estabelecer um maior sentido de comunidade com os seus seguidores. /// DICA Nº10 - CRIE AÇÕES PARA OS SEUS SEGUIDORES REALIZAREM Se você não pedir nada ao seu público, nada acontece.
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.34 ] Inbound Marketing - O que é e como utilizar? Parte II

    10:54

    Você já sabe o que é Inbound Marketing mas não faz a menor ideia de como criar uma estratégia de Inbound para o seu negócio? Neste episódio 34 do Marketing Break vamos falar sobre Estratégia de Inbound Marketing. /// ETAPA Nº1 DE UMA ESTRATÉGIA DE INBOUND MARKETING Na primeira etapa, de geração de tráfego e atração de potenciais clientes, você precisa atrair a atenção de um determinado público e direcioná-lo para um determinado local, que pode ser o seu site, o seu blog ou a página para download de um Ebook. Um blog de conteúdo que gera tráfego a partir de pesquisas orgânicas no Google. É importante uma boa estratégia de otimização para motores de pesquisa aqui. Você também pode utilizar as redes sociais para direcionar tráfego, produzindo conteúdos relevantes que levam esse público até onde você deseja. Você pode utilizar essa estratégia no Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube, Pinterest, TikTok e o que mais desejar. /// ETAPA Nº2  DE UMA ESTRATÉGIA DE INBOUND MARKETING Numa estratégia de Inbound Marketing, depois de gerar tráfego, temos de converter esse mesmo tráfego - leia-se pessoas - em leads para o seu negócio, ou seja, contatos reais de pessoas reais interessadas naquilo que você tem a oferecer. Você pode começar por utilizar Landing Pages, que são basicamente ferramentas de construção de páginas de aterragem em que você coloca um Ebook para download em troca dos dados do utilizador, por exemplo. /// ETAPA Nº3 D DE UMA ESTRATÉGIA DE INBOUND MARKETING Na terceira etapa de uma estratégia de Inbound Marketing você vai relacionar-se e nutrir esses contatos com conteúdos relevantes. Automação de e-mail marketing é de longe a mais importante. Você precisa de uma boa estratégia de relacionamento por e-mail, onde você entrega semanalmente conteúdos de valor acrescentando a essa audiência. Você pode deixar isso em piloto automático se desejar. Outra forma interessante de você entregar valor para essas pessoas é com um Webinário ou uma Masterclass gratuita. Você pode fazer uma Live exclusivamente para essas pessoas, entregar um conteúdo de alta qualidade e mostrar para elas que você sabe do que está falando. /// ETAPA Nº4  DE UMA ESTRATÉGIA DE INBOUND MARKETING Depois de montar a sua estratégia de relacionamento com os seus leads na quarta etapa vamos trabalhar a conversão dessas leads em clientes do seu negócio. Campanhas de e-mail marketing para venda dos seus produtos ou serviços são importantes também. No entanto, é recomendável que exista um rácio ajustado de 3 para 1 ou 4 para 1. O que isto significa é que você deve enviar 3 ou 4 e-mails de conteúdo por 1 e-mail de venda. O WhatsApp é igualmente importante de utilizar como ferramenta de atendimento e estabelecimento de relações com os seus potenciais clientes. Colocar-se ao dispor para esclarecimento de dúvidas e/ou suporte é fundamental. /// ETAPA Nº5 DE UMA ESTRATÉGIA DE INBOUND MARKETING Depois de fechada a etapa de conversão, entramos na quinta etapa de uma estratégia de Inbound Marketing, que é analisar resultados e o impacto das ações. É importante você olhar a taxa de abertura e cliques dos seus e-mails, a taxa de conversão das suas Páginas de Venda, a taxa de conversão dos seus formulários no site ou blog, a taxa de resposta às suas mensagens no WhatsApp, o tempo de permanência e leitura dos seus conteúdos no seu blog, etc. /// ETAPA Nº6 DE UMA ESTRATÉGIA DE INBOUND MARKETING E a última etapa de uma estratégia de Inbound Marketing é a não menos importante estratégia de fidelização. Um cliente fidelizado compra mais do que uma vez do seu negócio, portanto, é fundamental caprichar na experiência dessas pessoas. Com suporte de primeira linha, com um forte sentido de comunidade nas redes sociais, com recompensas para os seus melhores clientes...
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.33 ] Inbound Marketing - O que é e como utilizar? Parte I

    6:49

    Você ouve falar sobre Inbound Marketing e não faz a menor ideia do que é e como utilizar isso? Neste episódio 33 do Marketing Break vamos falar sobre o que é Inbound Marketing. /// O QUE É INBOUND MARKETING? Ao contrário do outbound marketing, no inbound marketing você trabalha a parte comercial do seu negócio de uma forma totalmente indireta. Imagine você fazer um anúncio na televisão Vs. você publicar vários artigos no blog da sua empresa. São estratégias diferentes, com objetivos iguais, mas abordagens bem diferentes. /// DIFERENÇA ENTRE OUTBOUND MARKETING E INBOUND MARKETING Outbound Marketing é tudo aquilo que você pode fazer fora do seu negócio que tem impacto dentro do seu negócio. É também conhecido como marketing tradicional, tal como anúncios na TV, rádio, outdoor, revistas, etc. Já o Inbound Marketing é tudo aquilo que você pode fazer dentro do seu negócio que gera impacto dentro do seu negócio. /// DIFERENÇA Nº1 No Outbound Marketing você faz uma comunicação em massa e sempre unidirecional, uma vez que o consumidor vai consumir essa publicidade de uma forma totalmente passiva. Já no Inbound Marketing você faz uma comunicação direcionada a um tipo de público específico e sempre aberta à discussão com esse mesmo público, recebendo feedback e comentários, que estabelecem um importante canal de comunicação. /// DIFERENÇA Nº2 No Outbound Marketing a empresa procura o cliente, ou seja, anunciando nos meios tradicionais, você está tentando encontrar clientes para o seu negócio, mesmo que você comunique de uma forma massiva. Já no Inbound Marketing, é o potencial cliente que encontra a empresa, seja através de uma pesquisa no Google, um conteúdo nas Redes Sociais ou uma pesquisa no YouTube. Você é encontrado pelo conteúdo que produz e pela relevância desse mesmo conteúdo. /// DIFERENÇA Nº3 No Outbound Marketing o “conteúdo” é repetitivo e exaustivo. Quantas vezes você não viu já a mesma propaganda na televisão? Chega uma hora que você não suporta mais ver aquela publicidade. Já no Inbound Marketing, como o conteúdo geralmente é rico, informativo ou educacional, o consumidor sempre consome aquilo que lhe interessa, não existindo uma repetição exaustiva da mensagem. /// DIFERENÇA Nº4 No Outbound Marketing o negócio acrescenta pouco valor ao consumidor. Na realidade não acrescenta valor nenhum na maioria dos casos. Já no Inbound Marketing é o oposto. Ao criar conteúdos para as redes sociais, para o blog da empresa ou até mesmo vídeos para o YouTube, você pode acrescentar muito valor com um conteúdo informativo ou educacional. Igual a esse aqui! :) /// DIFERENÇA Nº5 No Outbound Marketing o negócio tende a investir muito dinheiro. A publicidade nos meios tradicionais é super dispendiosa e na grande maioria dos casos, é difícil de mensurar o retorno. Se você imaginar colocar um Outdoor na rua, o melhor que você vai conseguir é saber quantos carros passam em média por aquele lugar. Já no Inbound Marketing, além de ser consideravelmente mais barato, ele permite você medir os resultados em tempo real, nomeadamente a quantidade de visitas geradas por um conteúdo, a quantidade de visualizações de um vídeo e a taxa de conclusão do mesmo, etc. /// DIFERENÇA Nº6 O Outbound Marketing é claramente menos eficiente, não cria relação e não permite a fidelização do consumidor. Já o Inbound Marketing é super eficaz, cria relação e permite a fidelização do consumidor ao longo da sua jornada. /// A ESTRATÉGIA DE INBOUND MARKETING Agora que você já sabe o que é Inbound Marketing e a diferença entre Outbound Marketing e Inbound Marketing, está na hora de saber o que é afinal a estratégia de Inbound Marketing....
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.32 ] Como aumentar as visualizações nos Stories do Instagram

    8:39

    Gostava de aumentar as suas visualizações nos Stories do Instagram e não faz a menor ideia de como fazer isso? Neste episódio 32 do Marketing Break vamos falar sobre como aumentar as visualizações nos Stories do Instagram. /// COMO AUMENTAR AS VISUALIZAÇÕES NOS STORIES DO INSTAGRAM Você sabia que é nos Stories que você fideliza sua audiência e a faz desejar comprar os seus produtos ou serviços? No entanto, os Stories do Instagram geram melhores resultados quando você consegue aumentar as suas visualizações e a sua interação com seu público a um outro nível. Aumentar as visualizações nos Stories do Instagram é algo que está naturalmente atrelado ao aumento do seu número de seguidores. /// FREQUÊNCIA DE PUBLICAÇÃO NOS STORIES Existem dois fatores para essa mudança: o primeiro fator é que o Instagram tende a mostrar pessoas de quem você consome conteúdo com maior frequência. Segundo, ele ordena também essas bolinhas dos Stories por quem atualizou mais recentemente os seus Stories. Se você publicar 1 Storie por hora, isso vai dar uns 8 a 14 Stories por dia e isso é algo que você consegue fazer. /// AUMENTAR O TEMPO DE EXPOSIÇÃO Juntamente com a frequência de publicação que indiquei na primeira dica, você precisa trabalhar seu tempo de exposição para aumentar as visualizações nos Stories do Instagram, mas sempre sem cair no exagero. Vamos lá: Quando você publica de hora em hora, você está aumentando o seu tempo de exposição à sua audiência durante todo o dia. Então, se você tem uns 5 ou 6 Stories para publicar, não publica tudo imediatamente. /// HASHTAGS NOS STORIES Utilize hashtags. Isso vai permitir você aumentar as visualizações nos Stories do Instagram mais rapidamente. No entanto, como acontece com muita gente, as hashtags precisam ser bem escolhidas, portanto, assista ao episódio 30 do Marketing Break para você saber como escolher as suas hashtags corretamente. /// FAÇA PERGUNTAS NOS STORIES Abrir para perguntas é uma forma muito interessante de produzir conteúdo direcionado às dores do seu público. E como todo o mundo adora fazer parte de algo, isso traz seu público para comentar, compartilhar e fazer perguntas, o que naturalmente se traduz num maior número de visualizações. /// LOCALIZAÇÃO NOS STORIES Não sei se você sabe, mas o pessoal mais novo quando viaja, entra no Instagram, pesquisa pela localização da cidade para onde viajou e abre os Stories dessa localização para saber o que está acontecendo na cidade. Há muita gente que encontra restaurantes assim, festivais de música, teatros e espectáculos, jogos de futebol, etc. Basicamente tudo o que está rolando naquela localização. Isso vai permitir você aumentar as visualizações nos Stories e atrair um público que desconhecia você e o seu negócio. /// CRIE ENQUETES NOS STORIES Você pode criar votações sobre assuntos relacionados ao seu negócio, produtos, conteúdos, etc. A votação dos utilizadores é uma forma de aumentar a sua interação. O Instagram disponibiliza também um recurso que eu adoro que é o Teste, em que você pode colocar até 4 respostas e o utilizador tenta acertar na resposta correta. /// FAÇA VÍDEOS NOS STORIES Quando falamos de aumentar as visualizações nos Stories do Instagram, o vídeo tem um papel muito importante. Os vídeos são um formato que gera maior engajamento, mas acima de tudo, cria maior empatia com o seu público. /// CRIE AÇÕES PARA OS SEUS SEGUIDORES REALIZAREM É o que chamo de Stories interativos, ou seja, você cria uma ação específica ou um desafio e pede para os seus seguidores executarem nas suas redes sociais, no seu negócio, etc., e postarem alguma coisa relacionada com o desafio nos seus Stories, por exemplo. Isso ajuda muito a aumentar o sentido de comunidade e também a interação e consequentemente as visualizações dos seus Stories.
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.31 ] Como segmentar um anúncio de Facebook e Instagram?

    7:55

    Segmentar um anúncio no Facebook e Instagram não precisa ser uma tarefa complicada. No entanto, para a grande maioria dos anunciantes, essa é uma dor constante e muitos deles não fazem a menor ideia de como resolver isso. Neste episódio 31 do Marketing Break vamos falar sobre como segmentar um anúncio de Facebook e Instagram. /// COMO SEGMENTAR UM ANÚNCIO DE FACEBOOK E INSTAGRAM? Possivelmente você já anunciou no Facebook e Instagram e não teve os resultados que desejava, não é? Isso é bem comum. No entanto, muitas vezes, o problema está na forma como você está segmentando seus anúncios e para quem esses anúncios estão sendo exibidos. Sempre que você anuncia no Facebook e Instagram, é fundamental criar públicos específicos para os seus anúncios. No caso do Instagram, é possível anunciar para públicos automáticos. Mas até hoje, não conheci ninguém que tenha bons resultados com isso. É importante você segmentar um anúncio corretamente com base em quatro critérios bem simples, mas ao mesmo tempo específicos: Critério 1) Localização Critério 2) Idade Critério 3) Sexo Critério 4) Interesses Procure criar diversos públicos e testar esses públicos nos vários conteúdos que você vai promover, até encontrar o público que responde de forma mais positiva ao seu conteúdo. De pouco adianta você estar anunciando se você não está configurando corretamente seu público-alvo com base nesses critérios. /// SEGMENTAR UM ANÚNCIO POR LOCALIZAÇÃO A localização é sempre baseada no local do seu público e também no raio de ação do seu negócio. Se você tem um negócio local, como por exemplo um restaurante, a pergunta que você precisa fazer é: “quantos quilômetros uma pessoa está disponível a fazer para comer no meu restaurante?” Consoante a resposta, você pode determinar uma localização para os seus anúncios num raio de até 15km ou 20km do centro da sua cidade ou até mesmo da localização exata do seu negócio. Já no caso de uma Loja Online, se você vende para o país inteiro, você pode segmentar por cidades ou estados e separar os seus anúncios por cidades ou estados por forma a entender quais representam um custo maior e menor. /// SEGMENTAR UM ANÚNCIO PELA IDADE A minha recomendação é que você comece com segmentação aberta de idade, ou seja, deixar entre os 18 e os 65+. Depois dos primeiros resultados, você conseguirá identificar qual é a parte do público que mais interage com os seus conteúdos ou que compra os seus produtos. Depois de ter números, você pode segmentar um anúncio por um intervalo de idades que faça maior sentido para o seu negócio. /// SEGMENTAR UM ANÚNCIO POR SEXO Terceiro, você precisa segmentar um anúncio por sexo. E tal como acontece no passo anterior, você até acha que sabe quem compra mais os seus produtos, mas a minha recomendação é que você deixe ambos os sexos e tome essa decisão depois de ter dados suficientes para comprovar isso. Muitas vezes os produtos só para homens ou só para mulheres, são comprados por ambos os sexos. O fato do seu produto ser direccionado a um tipo de público, não significa que o companheiro ou companheira não o possa comprar para oferecer. Ou até mesmo um familiar. /// SEGMENTAR UM ANÚNCIO POR INTERESSES Para inúmeros casos faz sentido segmentar por interesses e esses interesses precisam estar relacionados ao tipo de produto ou serviço que você deseja vender. Portanto, se você está tentando vender um produto de nicho, como por exemplo, comida vegetariana, você possivelmente precisa segmentar o seu anúncio por interesses relacionados a comida saudável, vegetarianismo, etc., caso contrário, você estará anunciando para as pessoas erradas. Faça testes e tome nota dos resultados. E sim, alguns desses anúncios não vão gerar o retorno que você espera e vão ser apenas um custo. Faz parte, ok?
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.30 ] Como escolher hashtags no Instagram?

    6:30

    Você sabia que existe uma estratégia para escolher as hashtags certas a utilizar nas suas publicações do Instagram? Neste episódio 30 do Marketing Break vamos falar sobre como escolher hashtags no Instagram. /// PROCURAR POR HASHTAGS QUE ACRESCENTEM VALOR A primeira etapa, antes de utilizar hashtags é fazer uma análise de mercado e procurar por hashtags que possam acrescentar valor à sua marca e ao tipo de conteúdos que você publica na rede. /// HASHTAGS GERAIS NO INSTAGRAM Estas hashtags têm regra geral um elevado volume de publicações (acima de 500k publicações) e representam palavras abrangentes como por exemplo: #marketing, #roupas ou #restaurante. Você deve começar por pesquisar no app do Instagram por hashtags relacionadas à sua área de negócio. Se essa hashtag tiver mais de 500k publicações, é provavelmente uma hashtag bem generalista, como esses exemplos que dei anteriormente. Estas são hashtags de alto volume e acompanhadas diariamente por milhares de pessoas no Instagram. Têm como desvantagem o fato de ser hashtags gerais, ou seja, uma pessoa que está pesquisando por #roupas ou #restaurante pode estar procurando por qualquer coisa. Não existindo especificidade, podemos atrair público interessante e público menos interessante. Outra desvantagem é o fato de existir muita concorrência nestas hashtags, ou seja, muitos criadores de conteúdo publicando conteúdo nestas hashtags no Instagram. Como grande vantagem temos o volume. Sendo uma hashtag popular, tendencialmente é utilizada por milhares ou milhões de pessoas e consequentemente tem um elevado volume de tráfego e isso faz com a nossa exposição seja maior. Você deverá seleccionar entre 6 a 10 hashtags gerais para utilizar nas suas publicações, portanto, faça bastante pesquisa e seleccione entre 6 e 10 hashtags que tenham essas características e tome nota delas num bloco de notas. /// HASHTAGS ESPECÍFICAS NO INSTAGRAM Estas hashtags têm um baixo volume de publicações (entre 60k e 500k publicações) e representam palavras bem específicas, como por exemplo: #marketingdeconteudo, #roupasplussize ou #restaurantesaopaulo. Deve também pesquisar no app do Instagram por hashtags específicas relacionadas à sua área de negócio. Se essa hashtag tiver menos de 500k publicações, é provavelmente uma hashtag específica, como esses exemplos que dei anteriormente. Estas são hashtags de baixo volume, mas que atraem seguidores que procuram conteúdos específicos. Como vantagem temos o fato de sabermos exatamente o que essas pessoas estão procurando e o fato de existir menor concorrência utilizando essas hashtags no Instagram, logo, é mais provável que o nosso conteúdo apareça nos destaques mais facilmente. Como desvantagem temos o fato de ser uma hashtag menos popular e consequentemente, ter um menor volume de tráfego, pelo que vamos receber menos atenção por parte do público. Você deverá seleccionar também entre 6 a 10 hashtags específicas para utilizar nas suas publicações, portanto, faça bastante pesquisa e seleccione entre 6 e 10 hashtags que tenham essas características e tome nota delas num bloco de notas também. No final, você ficará com uma listinha de 12 a 20 hashtags entre gerais e específicas, quando juntar ambas.
  • Marketing Break com Paulo Faustino podcast

    [ Marketing Break Ep.29 ] Como criar um conteúdo que gera alta interação em apenas 6 passos

    7:42

    Você sabia que há forma de melhorar a sua interação nas redes sociais imediatamente? Neste episódio 29 do Marketing Break vamos falar sobre como criar um conteúdo que gera alta interação em apenas 6 passos. /// COMO CRIAR CONTEÚDO QUE GERA ALTA INTERAÇÃO Você sabia que há forma de melhorar a sua interação nas redes sociais imediatamente? Para melhorar a interação com os seus conteúdos nas redes sociais é recomendável você ter uma estratégia de conteúdo muito bem definida, mas essencialmente, uma estratégia que permita a esse conteúdo gerar alta interação mais rapidamente. /// MÉTRICAS DE ALTO E BAIXO ENVOLVIMENTO Antes de explicar os 6 passos para criar um conteúdo que gera alta interação, vou explicar primeiro a diferença entre métricas de baixo envolvimento e alto envolvimento. Likes é o que eu chamo de métrica de baixo envolvimento. Quantas vezes não aconteceu já você estar navegando no Feed do Instagram ou Facebook e deu um Like numa publicação qualquer sem sequer ler a legenda do conteúdo? Acredito que muitas vezes! Isso acontece porque dar um Like é algo relativamente simples e muita vezes fazemos isso apenas para dar uma força aquela pessoa ou até porque é um amigo ou alguém com quem simpatizamos. Já quando falamos de métricas de alto envolvimento, estamos falando de métricas que exigem que o seu público esteja realmente envolvido com o conteúdo e essas são de longe as mais importantes. Comentários: É uma métrica de alto envolvimento, porque a pessoa regra geral leu a legenda e quer comentar alguma coisa relacionada. Compartilhar: É uma métrica de alto envolvimento, porque ninguém compartilha algum ruim, certo? A não ser que seja mesmo muito mau e aí é compartilhado por outros motivos. Salvar: É uma métrica de alto envolvimento, porque ninguém vai guardar uma publicação para reler mais tarde se aquele conteúdo não tiver realmente relevância. /// 1) CRIE CONTEÚDO QUE RESOLVA PROBLEMAS, AJUDE OU INSPIRE O seu conteúdo deve ser criado com base nas necessidades reais do seu público-alvo e todo o público tem uma destas três coisas: necessidades, desejos ou dores. Quando for criar o seu conteúdo, ele precisa tocar numa dessas 3 coisas. Pode ser necessidade de aprender alguma coisa. Pode ser desejo de comprar ou fazer parte de algo. E também pode ser a dor de ter um problema que não sabe como resolver. /// 2) CRIE CONTEÚDO QUE GERE INTERAÇÃO Como expliquei no Episódio 27 do Marketing Break, quando falamos de criação de conteúdo com o Método AIDA, é importante que você tenha uma ação no final do seu conteúdo. Peça para os seus seguidores marcarem alguém na publicação ou comentarem com as suas ideias a respeito do tema, por exemplo. /// CRIE CONTEÚDO COM BASE NAQUILO QUE FUNCIONA Por melhor que seu conteúdo seja, você precisa entender como seu público responde aos diferentes tipos de conteúdo que você cria. A minha recomendação é que você coloque numa planilha de Excel as últimas 30 publicações que realizou nas suas redes sociais e as métricas de alto e baixo envolvimento de cada uma delas. /// RESPONDA TODO O MUNDO, SEMPRE! Dá muito trabalho responder todos os comentários? Pois é, mas é assim que você cria uma comunidade de pessoas em torno da sua marca. Vai lá e responda um por um. /// PUBLIQUE VÍDEOS TAMBÉM! Os vídeos permitem que você crie uma conexão emocional com a sua audiência bem mais rápido. Além de permitirem você criar empatia, que é algo que com uma publicação de texto fica bem difícil. /// MENSURE E REPITA A RECEITA Medir resultados é fundamental. Há conteúdos que geram mais comentários, há conteúdos que geram mais likes, há conteúdos que são salvos mais vezes. É importante medir sempre os resultados, para encontrar os formatos de conteúdo que geram melhores resultados.

Descobre o mundo dos podcasts com a app gratuita GetPodcast.

Subscreve os teus podcasts preferidos, ouve episódios offline e obtém recomendações fantásticas.

iOS buttonAndroid button